Pular para o conteúdo principal

Polícia Militar sem justificativa reprime peça de teatro e prende ator na cidade de Santos.


De acordo com informações postadas por diversos artistas da Baixada Santista entre outras pessoas na rede social facebook, uma peça de teatro que estava sendo realizada em praça pública (Praça dos Andradas) na cidade de Santos foi impedida de continuar a apresentação após uma operação da Polícia Militar que cerceou a apresentação e prendeu um dos atores da peça, apreendendo também todos os materiais utilizados na peça. 

Informações postadas na rede por várias outras pessoas informam que não houve nenhum tipo de justificativa da Polícia Militar, inclusive, ocorreu agressão e o ator foi atirado dentro da viatura e levado para o 1° DP de Santos. Pessoas que assistiam a peça também foram intimidadas pelos policiais que estavam todos armados como numa operação de guerra. Num dos vídeos postados é possível ver a agressividade de alguns policiais em suas falas que colocam que não era para ninguém filmar ou fotografar a ação.

Neste momento de acordo com as últimas informações estão todos os atores na delegacia juntamente com o advogado para entender os motivos que levaram tal acontecimento. 

A peça apresentada era o espetáculo Blitz, da Trupe Olho da Rua, que faz uma critica bem humorada sobre o papel da Polícia Militar, questionando também os abusos policiais e as mortes de inocentes envolvendo a Polícia Militar. Sendo que a Polícia Militar brasileira é a que mais mata e morre no mundo, para tanto uma reflexão há de ser feita em relação a instituição enquanto instrumento do Estado, de acordo com o mapa da violência de 2015 são cerca de 60 mil jovens assassinados por ano no Brasil.

* A peça de teatro Blitz faz parte do incentivo à cultura por meio do Programa de Ação Cultural – ProAC, nas modalidades ICMS e Editais, onde a Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo promove a ampliação e a diversificação da produção artística, cria novos espaços, preserva o patrimônio histórico e aumenta as formas de circulação.

Link de vídeos: https://www.facebook.com/Ingridrc.99/posts/1237592196284274

Clique no vídeo abaixo e veja o momento da prisão e logo abaixo durante a apresentação o  momento em que a polícia intervem.







Comentários

Anônimo disse…
Por mais que a peça tenha incentivo e apoio da Secret. de Cultura do gov. estadual, estamos sob o Império do Medo... a Lei... ora a lei, só serve pra guando é a favor dos opressores e manipuladores (Jasper Lopes)
´Targino Silva disse…
Falta um comandante civil, um delegado para comandar a policia. Alguem que conheça as leis. Eles decidem por conta própria.
Eu verdadeiramente não consigo entender qual é a desses esquerdistas. Não querem polícia? reclamam que a polícia mata. A polícia só mata por causa do baseado que vocês compram financiando o tráfico. Vcs são os culpados desse mar de sangue no Brasil, se acham iluminados mas não sabem que são massa de manobra do Bildeberg Group. Vão estudar história de verdade e não o que vcs aprendem nessa história mundial toda manipulada!
Iaraí Strossi disse…
Gente!!! Isso é inconstitucional! Tão rasgando e limpando o cu com a nossa carta magna! Que tristeza!
Anônimo disse…
foi claro incitaram,
Anônimo disse…
provocaram agora aguentem...
ingredy andrade disse…
São um bando de filha da puta ele só tava atundo e falando e ralidade tem muitos negros que ném eu sendo mrotoz por polícias militares
ingredy andrade disse…
Você defende os policial militar porquê você deve ser uma deles
Anônimo disse…
Pelo seu argumento, quem tem que aguentar é a polícia, que provoca e esculacha inocentes diariamente.
Anônimo disse…
Verdade, a polícia, que age fora da lei, incita diariamente a reação dos artistas e do povo. Se querem perseguir bandidos, podem começar pela própria corporação.
Anônimo disse…
A policia ta certa, provavelmente essa peça só devia falar merda só coisa ruim DS policia, agr fala do traficante que vende o baseado que muitos fuma ninguém fala, quem não gosta de policia e pq tem culpa no cartório no minimo fefe ser um nóia maconheiro, tenho certeza que um cidadão de bem apóia a policia e ai no texto fala que a policia militar ra que mais mata pode ate ser mas com certeza esses que morreram não estavam na igreja, ou nas escolas
Tiago Gomes disse…
Ninguem tem que aguentar nada. Todos tem que se respeitar, a principal vitima do despreparo das policias militares são os próprios policiais. Os policiais tem que ser respeitados mas a polícia tem que ser repensada. O tempo de treinamento de um policial, a forma de treinamento, os modos de avaliação, salarios, tudo em que ser revisto para que não se tenham tantas mortes, nem de cidadão comuns nem de cidadãos tão especiais que são os policiais. Viva a PM, Viva o teatro, que se respeitem.
Tiago Gomes disse…
Não existe esquerda e direita no Brasil, aqui tudo é muito poroso pra chegar a isso. Existe sim uma dificuldade em debater ideias divergentes sem rotular pessoas ou grupos e repito Ninguem tem que aguentar nada. Todos tem que se respeitar, a principal vitima do despreparo das policias militares são os próprios policiais. Os policiais tem que ser respeitados mas a polícia tem que ser repensada. O tempo de treinamento de um policial, a forma de treinamento, os modos de avaliação, salarios, tudo em que ser revisto para que não se tenham tantas mortes, nem de cidadão comuns nem de cidadãos tão especiais que são os policiais. Viva a PM, Viva o teatro, que se respeitem.
Anônimo disse…
Há dois polos do exagero...se a polícia age com destempero e agressividade...o outro lado, que se denominam artistas, manifestam total falta de compreensão cívica e de limites, agridem a sociedade quando - em praça pública - impõem-se como grupo em manifestações que não necessariamente estão adequadas a todos os públicos. A "peça" que estavam "representando" é isenta de agressão? é adequada a todos as faixas etárias? Se sim...a polícia agiu com exagero. Caso contrário, a polícia cumpriu seu papel.
Anônimo disse…
A ação policial é constitucional sim...é papel da polícia a manutenção da ordem e dos direitos dos cidadãos. Este grupelho estava ofendendo a polícia e tendo comportamentos inadequados para uma atuação na rua, (há crianças na rua) e, portanto, a polícia cumpriu seu papel.
O seu palavreado diz bem do nível dos atores nesta "representação"
Anônimo disse…
Devem atuar em espaço adequando se a "peça" não for para "todos os publicos". Se voces - atores - não conseguem ver os limites...então, o limite virá de fora. A polícia agiu corretamente neste caso, interrompendo uma atuação agressiva e inadequada para espaço público
Luis Xisto Dias disse…
Constituição Federal-1988
Artgo 5º

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença
Anônimo disse…
peça de teatro Blitz faz parte do incentivo à cultura por meio do Programa de Ação Cultural – ProAC, nas modalidades ICMS e Editais, onde a Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo promove a ampliação e a diversificação da produção artística, cria novos espaços, preserva o patrimônio histórico e aumenta as formas de circulação.

PRECISA É ACABAR COM INCENTIVOS PARA PSEUDOS ARTISTAS...SÃO ATIVISTAS E NÃO ARTISTAS...QUE FIQUE CLARO!
Anônimo disse…
desde que em espaços e locais adequados ao público e faixa etária. A rua é espaço de todos os cidadãos e não de um grupo. Faltou bom senso aos "artistas"!
Pra quem tava pedindo a volta da ditadura: "Ela vem chegando...".
MARILDA CAMPOS disse…
A peça foi aprovada pela Secretaria de Cultura, o órgão a quem cabe definir quais manifestações culturais devem receber os benefícios das leis de incentivo estadual. O espetáculo foi liberado para espaços PÚBLICOS. O grupo é de teatro de RUA. Era tudo legal e legítimo. Até chegar a Polícia Militar.
Anônimo disse…
Cala a boca !
Vc não sabe nada de arte.
burro!
Anônimo disse…
Filho esses atores tb estavam trabalhando pelo Estado e dentro das leis. Não cabe a polícia prender as pessoas pq gosta delas ou não. Se são bons polícias vão prender bandido em vez de agir que nem policial corrupto,abusivo.
Unknown disse…
Agora pode-se prender todo mundo sem flagrante delito? Ninguem respeita mais a lei nesssa Republiqueta de bananas que virou Sao Paulo? Cade o mandado de prisao expedido pelo juiz?
Unknown disse…
É a Volta do AI 5 Sem Vergonha...
Unknown disse…
Prender artista é fácil, a única arma que ele tem é a palavra. Quero ver é prender traficante, assaltante, assassino, político corrupto, etc.
Claudio Luz disse…
tem que se fuder mesmo..cambada de desocupado...
Seu argumento não se sustenta por 10 segundos.
Se a policia estava agindo corretamente e dentro dos padrões estabelecidos pelo seu proprio regimento, não haveria necessidade de intimidar e proibir que os presentes filmassem a operação com o celular.
Isso só se faz quando há o temor de que a corregedoria receba as denúncias de abusos e tenha provas para um processo administrativo e expulsão da corporação.
Quando vc diz que os atores estavam tendo co duta inadequada, qual é o parâmetro? Quem determinou que era inadequado?
A Constituição garante a liberdade de expressão artística, ressalvadas a classificação etária para os espetáculos.
Se foram à praça pública, no mínimo receberam autorização da prefeitura para isso, através do depto de cultura, já que estavam sendo patrocinados pelo Proac do governo do estado e portanto, o teor do espetáculo era de conhecimento das autoridades.
Vc pode reclamar o que qui, mas a truculência e a arbitrariedade da ação policial estão explícitas.
Esperamos que o Comando da Polícia "consiga" se explicar, e que a corregedoria faça o seu papel, investigando e puni do exemplarmente os que passaram dos limites.
Porqye se isso não acontece, a população se revolta é em algum momento o troco vem.
Eles não andam juntos o tempo todo, e os jornais já mostram que povo revoltado perde a cabeça e parte para a porrada, seja em civil, seja em policial.
Subestimar a capacidade de reação do povo é o grande erro que sempre acaba em violência e tragédia.
Adler disse…
Acredito mesmo que não entendas.
Estudar História? O surgimento das polícias militares foi como milícias dos "presidentes de províncias", atuais governadores. E assim segue sendo.
Anônimo disse…
Quão rica de cultura ficará a população santista após assistir uma peça de teatro debochando de uma classe de trabalhadores?
Anônimo disse…
Depois que a policia morre não sabe por que fica revoltado,policia militar brasileira é uma vergonha e deve ser exterminado "bando de lixos " que nem estuda pra ter uma noção de leis eles tem.
Anônimo disse…
E vc é um lixo que só bosteja pela boca que não sabe ver o lado das 2 moeda lixo de ser humano aff!!
Anônimo disse…
Se for pegar no pé da história, até a proclamação da república foi um ato de opressão.
frameone disse…
Parabéns a ação da Polícia Militar. Libertinagem e ativismo tem que ser reprimidas mesmo.
frameone disse…
Faltou spray de pimenta e borrachada. Para formar atores de verdade.
Anônimo disse…
Legal, se foram presos, se incomodaram estão no caminho certo, parabéns, a peça deve ser boa mesmo !
Anônimo disse…
Uma vergonha!!! Enquanto isso do lado da casa da minha mãe tem um estabelecimento que funciona sem alvara, faz a maior barulheira a madrugada toda e nenhum carro de policia vai la para fechar o "estabelecimento" e olha que tem "ronda" todo dia e os "clientes" fazem o que querem sem a minima repressão.
Anônimo disse…
Com certeza a Secretaria da Cultura nem sequer leu o texto deste Grupo e deu nisso.. Como sempre veem fazendo com vários textos por ai.. Os dois estão errados , mas, o Grupo mais ainda. É preciso ter discernimento para agir com decência e oferecer e mostrar ao público algo com conteúdo e não baboseiras.. Ta cheio de textos ruins por ai e este deve ser um deles.. Teatro de Lixo.
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse…
Com certeza a Secretaria da Cultura nem sequer leu o texto deste Grupo e deu nisso.. Como sempre veem fazendo com vários textos por ai.. Os dois estão errados , mas, o Grupo mais ainda. É preciso ter discernimento para agir com decência e oferecer e mostrar ao público algo com conteúdo e não baboseiras.. Ta cheio de textos ruins por ai e este deve ser um deles.. Teatro de Lixo.
Anônimo disse…
Ia responder, mas, tive preguiça.. Quando alguém coloca a culpa de um bando de policiais despreparados nas pessoas que fazem uso de maconha, eu já não consigo entender..
Anônimo disse…
Quem dá ordens à polícia, é o mesmo que rouba o dinheiro público..
Portanto, há outros interesses por traz do comportamento da polícia militar..
Ninguém é burro!
Jorge Obelix disse…
Baba ovo de milico.
10 disse…
sanudades do Estado Democratico de Direito
Este é o equívoco... PMs não são policiais, são militares. Preparados para atacar inimigos e não atuar como policiais junto à sociedade. São limitados cultural e psicologicamente. São só paus mandados, os mesmos Capitães do Mato do início do século XIX.. e a mentalidade continua por lá... Tem que acabar, não tem jeito...
Anônimo disse…
Você mostra bem o seu nível...Não consegue conversar ou apresentar qualquer opinião sem xingar e ofender o outro. Não sou burro, não sou agressivo, não sou ignorante. Eu conheço sim arte e artistas. Eu não confundo artista com ativista. Eu não confundo arte com ideologia esquerdista mal interpretada e equivocada. Infelizmente a falta de cultura faz com que pessoas entendam a arte como ativismo político ou...pior...grupos periféricos julgam o social a seu modo e pensam que encontraram a verdade...Muito triste perceber que pessoas com este perfil se julgam artistas, criadores de cultura...Triste, triste!
Anônimo disse…
Ah! entendi...a culpa é do PT!
Anônimo disse…
Quem pensa que isto é ditadura ou inicio dela...quem pensa que isto é violência e privação de direitos...não sabe de nada! Você ridicularizou com um punhado de coisas e ainda nem foi torturado...Ah! você precisa - realmente - conhecer a ditadura...aí, então, poderá valorizar o que tem e agir com mais maturidade!
Anônimo disse…
O ser humano se entorpece,desde os primórdios, as drogas não é a questão,a questão é a nossa cultura generalizada, os próprios polícias são mal remunerado, mal preparado, quando no nosso país todos valorizarem os professores, os médicos, as polícias,da um salário digno para todos, e acabar com essa roubalheira ,que existe ,em nosso país, a começar de dentro de casa, no trânsito, nas nossas atitudes, o mundo vai, ficar como está, quando a pessoas se respeitarem,não querer leva vantagem em tudo, quem sabe seremos uma nação melhor, caso o contrário, vai ficar a mesma merda que está, cada um no seu corre e que se foda se o próximo.
Alexandre F Dias disse…
A polícia militar já acabou à muito tempo...
se eles estão se matando entre eles,o resto é festa.
Se o páis se diz democrata e vc não pode criticar... Cadê a democracia?
Anônimo disse…
Deve ser ótimo esconder a tua cara atras do computador e ficar pesquisando respostinha pronta pra dar né querido? Liberdade de expressão é um direito e o teatro, além de entreter, é mais uma ferramenta para expor essa merda que é a política no Brasil, incluindo a PM. Se não gosta CHORA querido porque ainda temos o livre arbítrio para se opor a essa palhaçada toda, seja através do teatro ou de qualquer outra forma de expressão.
Anônimo disse…
Teatro é cultura! e isso que esses policiais de merda fizeram é CENSURA A CULTURA!!! DITADUTA CAMUFLADA DE DEMOCRACIA!!
Anônimo disse…
o "páis" é democrata...dependendo da família..."à" muito tempo que eu não via algo escrito desta forma...A democracia você pode encontrar entre pessoas que entendem a sociedade como um conjunto de regras que definem direitos e deveres...É necessário que se cumpram os deveres para que possamos reivindicar os direitos.
Anônimo disse…
Olá, Régis: discordo veementemente. Nós queremos polícia sim. Mas para proteger o cidadão contra a violência, e não para praticar a violência contra ele. Pense no que seria se, Dilma, quando era a mandatária MÁXIMA do país, cada vez que se sentisse ofendida pela livre expressão de alguém mandasse a polícia bater no ofensor. Seria uma carnificina. Aliás, ela não podia nem dizer "bom dia" ou "boa tarde" sem uma gritaria de que era "gerentona", "ditadora", "terrorista". E, do cargo mais alto do país, suportou tudo com estoicismo. Aí uns meganhas sei lá de que patente se sentem ofendidos com uma peça de teatro, censuram e interrompem no tapa. Aí Dilma era a ditadura e a polícia é a democracia... "Coitadinha da polícia, merece respeito e vocês não dão"... Hahã. Quanto ao"baseado", conheço muita gente "de bem" que usa. O tráfico de TODAS as drogas movimenta BILHÕES de DÓLARES no mundo todo, portanto basta pensar um pouco para ver que é matematicamente impossível que usuários de esquerda sejam os grandes responsáveis por sustentar o tráfico. Se é incoerente pessoas de esquerda se importarem com os pobres, mas consumirem produto do tráfico, é outra história. Passível de debate, mas é outra história. Quem sustenta o tráfico vem de todas as classes sociais e ideologias. Inclusive a parte corrupta da polícia, que cobra "caixinha" de traficantes e avisa aos criminosos quando haverá ações contra eles. E quem mais lucra usa terno e gravata. Faz pouco tempo foi apreendido um helicóptero de um político conservador com 450 kg de cocaína. O helicóptero tinha dono, a droga dentro dele... não... Melhor a gente tomar cuidado com clichês.
Anônimo disse…
Teatro é cultural...Depende! Os policiais são pessoas que trabalham para como qualquer outro profissional. Sua função é a manutenção do ESTADO, ou seja, o seu papel numa sociedade capitalista é a manutenção do aparato ideológico do Estado. Logo, os policiais estão cumprindo o papel e função que lhes cabe. (Se não gosta ou aprova, faça a revolução e mude a estrutura ou reforme a sociedade atual, através de legislação). Eles não censuraram a cultura. Eles coibiram (ou interromperam) uma ação grupal que - segundo os preceitos vigentes na sociedade (goste ou não você) - agrediram valores e normas sociais.Isto não é ditadura (embora você provavelmente nunca tenha vivido em uma ou nem saiba o que é isto). Isto é DEMOCRACIA...ou seja, o papel da polícia é a manutenção do estado democrático, ou seja, coibir a perturbação social promovida por grupo ou indivíduo em prol do bem social geral...Ponto final.
Anônimo disse…
"São ativistas e não artistas"
Nossa, esse aí não deve saber nem o que é Guernica ou Rosa de Hiroxima...
Gilberto Costa disse…
Pode plantar? Daí não é necessario comprar...
A gente quer uma polícia que respeite A PORRA DA LEI. (E que não seja militar, mas isso já é outro capítulo)
so falam merda esses anonimos....
Daniel Terra disse…
Alguem manda esses vagabundos desses policiais marginaais foras da lei trabalharem direito!!! Eles estao contra o artigo quinze da constituicao que preve que qualquer manifestacao artistica cultural nao precisa de autorizacao r nao pode ser censurada. Portanto estao fora da lei e praticaram crime. Acabar com a boca de drogas que todo mundo sabe onde fica eles nao querem... vagabundos, marginais e incompetentes!!!
zazul disse…
Ditaduras só se mantém pela violência.
Anônimo disse…
"Os dois estão errados , mas, o Grupo mais ainda."
Então deixa eu analisar. Fazer uma apresentação de teatro de mal gosto em praça pública que faz uma sátira a um problema da sociedade (coisa que acontece em todos os momentos da história da cultura), é mais equivocado do que um a força policial prender cidadãos sem NENHUMA justificativa legal, sem mandato de prisão, armados, fazendo uso da violência sem necessidade e desrespeitando completamente as leis, sendo que a policia deveria servir para garantir o respeito das mesmas?
Eu tô admirado com a situação que chegamos, onde nem a polícia respeita as leis.
J Ricardo disse…
Querer que todos independente de quem sejam participem ou façam parte de algo que contraria a ação e livre pensamento das pessoas e querer que concordemos com tudo de errado que nós mesmos aceitamos esse tempo todo, falar mal da policia é fácil mostrem uma peça contando as atrocidades e desvios de condutas que os traficantes e assassinos fazem com nomes e tudo duvido que tenham coragem enquanto nos estivermos pagando por essa lei de incentivo à cultura que não existe eu sou sempre a favor da policia.
Unknown disse…
"... quanto a existência de uma legislação que elenca os símbolos nacionais, disciplina a sua utilização e impõe as penalidades no caso de ofensa: a Bandeira Nacional, ao Hino Nacional, as Armas Nacionais e ao Selo Nacional. Sim, estes são os quatro Símbolos Nacionais, de acordo com os incisos I a IV do artigo 1º da Lei de nº 5.700/1971 e as suas alterações e que representam o nosso País, interna e externamente, devendo ser respeitados pelos cidadãos e defendidos pelo Estado quando da verificação de desrespeito e ilícitos. "
Unknown disse…
... quanto a existência de uma legislação que elenca os símbolos nacionais, disciplina a sua utilização e impõe as penalidades no caso de ofensa: a Bandeira Nacional, ao Hino Nacional, as Armas Nacionais e ao Selo Nacional. Sim, estes são os quatro Símbolos Nacionais, de acordo com os incisos I a IV do artigo 1º da Lei de nº 5.700/1971 e as suas alterações e que representam o nosso País, interna e externamente, devendo ser respeitados pelos cidadãos e defendidos pelo Estado quando da verificação de desrespeito e ilícitos.

... O desrespeito aos Símbolos Nacionais é considerado contravenção, sujeitando-se o infrator à pena de multa de uma a quatro vezes o maior valor de referência vigente no País, elevada ao dobro nos casos de reincidência.
Anônimo disse…
...quanto a existência de uma legislação que elenca os símbolos nacionais, disciplina a sua utilização e impõe as penalidades no caso de ofensa: a Bandeira Nacional, ao Hino Nacional, as Armas Nacionais e ao Selo Nacional. Sim, estes são os quatro Símbolos Nacionais, de acordo com os incisos I a IV do artigo 1º da Lei de nº 5.700/1971 e as suas alterações e que representam o nosso País, interna e externamente, devendo ser respeitados pelos cidadãos e defendidos pelo Estado quando da verificação de desrespeito e ilícitos. .... O desrespeito aos Símbolos Nacionais é considerado contravenção, sujeitando-se o infrator à pena de multa de uma a quatro vezes o maior valor de referência vigente no País, elevada ao dobro nos casos de reincidência.
Anônimo disse…
Tem que haver respeito de ambas parte, li a noticia que relata que os atores estavam vestidos de policial mas de saia, hastearam a bandeira nacional de cabeça para baixo, talvez se hovesse mais respeito nada disso aconteceria.
Anônimo disse…
Para bom entendedor meia palavra basta. Para obtusos...nada é capaz de abrir suas mentes fechadas pelo fanatismo e pela falta de cultura. São ativistas de esquerda que só querem mostrar seu conhecimento de almanaque. Para ser artista é preciso talento, criatividade e humildade. O número de falsos artistas cresce na mesma proporção que cresce o analfabetismo cultural e a falta de vontade de estudar e trabalhar!
isidoro disse…
... que bom, que tenha ocorrido este fato, agora a peça já é conhecida nacionalmente, daqui de São Luís do Maranhão, desejo vida longa ao espetáculo.
A disse…
Os "culturais" também são "paus mandados" afinal pregam com uma hostoria baseado em dados que os mesmos dados também mostram como a PM sacrificada todos os dias.
Anônimo disse…
Qualquer regime político ou ideologia só se mantém pela violencia! Tanto faz ser ditadura ou democracia ou comunismo ou monarquia ou...qualquer coisa...a violencia e a força são os mantenedores do poder...Da mesma forma é o domínio da sociedade pelos homens (possuem mais força que a mulher) e dos adultos (jovens) que mantém sob jugo as crianças e os idosos. O poder é mantido pela força...física, economica, bélica, etc,, etc...

Postagens mais visitadas deste blog

São Vicente: Edital para compra de carro de R$ 85.527,14 para o presidente do legislativo

A Câmara Legislativa de São Vicente lançou um edital para compra de um carro para o vereador Wilson Cardoso (PSB), presidente da Câmara, determinando um valor máximo de R$ 85.527,14. O edital está disposto no site da Câmara, e o pregão está previsto para o inicio de abril.
O que causa desconforto neste edital, certo que este carro será patrimônio público, e não de uso pessoal, (quero acreditar) é o fato que, diante de uma crise financeira que atravessa o município, onde os professores estão há dois anos sem correção de salário, creches foram fechadas, auxiliares de creche ainda estão sem receber, cerca de duzentas profissionais de educação especial não tiveram atribuição liberada, dentre centenas de outros problemas que atravessa o município, este edital, com certeza, é mais um absurdo colocado pelo legislativo, o anterior foi a criação de cargos de assessores com vencimentos de R$ 9.027,69, e que somente foi suspenso, não revogado, devido pressão popular, e também devido a enorme v…

Em plena crise, Câmara de São Vicente aprova lei para 15 cargos comissionados com vencimentos de R$ 9.027,69

De Rede Sustentabilidade São Vicente
Em plena Crise, Câmara aprova "Lei da Vergonha Alheia" sem comunicar os cidadãos. Em duas votações, sem divulgar esse projeto para pleno conhecimento da sociedade, os vereadores alteraram a composição da Câmara e aumentaram 15 cargos comissionados na casa - um para cada um - com um salário de R$ 9.027,69. 
Ponto a se destacar é que o cargo prevê apenas formação de Nível Médio com um salário muito acima do valor de mercado para essa formação. Vantajoso, hein? Sabe quanto vai custar, anualmente, aos cofres essa mudança? 
APROXIMADOS R$ 2 MILHÕES DE REAIS! 
Se esse grupo político que governa a cidade aprovou "Estado de Calamidade Financeira", como é que eles mesmos aprovam essa bizarrice financeira? Sabe qual é o nome dessa lei? Lei da Vergonha Alheia! Tanta vergonha que esconderam o projeto da sociedade, aprovaram de forma protocolar! 
Não passarão! Expliquem, senhores, para os servidores​ sem reajuste, professores​ sem estrutur…