Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

#OcupaçõesBaixadaSantista: Escolas de Luta

Três semanas de ocupações na baixada desafiando o Estado e dando um exemplo prático de que somente a luta muda a realidade. 

Alckmin foi à lona porque os secundaristas ocuparam, não porque negociaram.

Em uma das ocupações tive o desprazer de ouvir (porque não sou surdo) de um professor de uma das escolas ocupadas aqui na Baixada Santista que, "os secundaristas precisam tomar uma decisão política, e não serem guiados pelo radicalismo". Quase furou meus tímpanos ouvir isso, afinal, toda essa movimentação de ocupação é uma decisão política e radical sim, politica porque tudo é política, e radical no sentido de ir na raiz dos problemas, é aí a sua radicalidade é necessária porque ela é a única forma de realmente produzir transformações, e não criar medidas paliativas que mascaram o problema. Porque sejamos francos, mesmo que o Sr Alckmin decida revogar seu projeto nefasto, o caos na educação pública não irá mudar, os secundaristas apenas evitarão que fique pior, portanto, manter …

Alckmin foi à lona. Mas a luta continua, vitória na geral!

A decisão dos secundaristas de manter a ocupação, é mais uma vez uma decisão corajosa e ousada, porque é certo que o governador irá responder com violência, e com o escudo da mídia, entretanto, isso pode ocorrer de modo perverso, isto é, sabotando os grupos, implantando histórias falsas para manipular a opinião pública, e mesmo provocar situações de terror contra os estudantes. Alguém tem alguma dúvida que a escola que foi destruída em Osasco, a E.E. Coronel Sampaio, onde a polícia assistiu a tudo e nada fez, além de jogar bombas nos estudantes, foi invadida por uma milicia? À serviço do governo de Alckmin. Infelizmente, a Coronel Sampaio pagou o preço por ser uma escola afastada do centro, local onde as câmeras da mídia não chegam, e como na periferia o diálogo sempre foi diferente, o terror foi a forma adotada. 
Por isso é necessário o máximo de apoio aos estudantes, essa luta será extensa e, é contra um Estado que não possui o menor escrúpulo em utilizar-se de qualquer artificio p…

Rene Rodrigues de Moraes: O retrato do abandono da escola pública no Brasil.

A Escola Pública Estadual Professor Rene Rodrigues de Moraes, no Bairro Jardim Helena Maria - Guarujá (ocupada por secundaristas na semana passada) é mais uma das 94 escolas que serão fechadas no Estado de São Paulo, devido o nefasto projeto de reorganização escolar imposto pelo governo estadual. 
O Rene Rodrigues de Moraes foi a terceira escola ocupada na Baixada Santista, inicialmente, segundo os secundaristas, houve apoio da diretoria, entretanto, no decorrer do processo a máscara da diretoria caiu e assumiu o discurso alinhado ao governador, hoje, o Rene se mantém na luta por meio dos secundaristas mobilizados que como nas outras duas escolas da baixada (Cleobulo e Azevedo), procuraram ressignificar o espaço escolar com atividades culturais e aulas públicas, além de iniciarem o processo de manutenção da escola, devido o abandono em que ela se encontra. E no que diz respeito essa questão dentre as três ocupadas, o Rene é a que mais representa o descaso do governo estadual. (assista…