Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Hoje completa 47 anos que a ditadura foi instalada no Brasil. Esquecer não é o caminho!

Post de origem Rádio da Juventude Não podemos esquecer jamais que hoje completa 47 anos que a ditadura foi instalada, a constituição rasgada e em 20 anos que seguiram, morte e tortura mancharam a história deste país. E até hoje, há pessoas desaparecidas. Os arquivos da ditadura nunca foram abertos, enquanto os carrascos continuam soltos gozando de aposentadorias à custa dos trabalhadores.Hoje, há uma onda de querer vender a ideia de que não houve bandidos nem heróis, que foi uma guerra, mentira! Os militares atropelaram todos os direitos civis e fizeram tudo aquilo que esse Jair Bolsonáro é louco para fazer, só basta à gente ignorar o nosso passado.Salve a todos que lutaram e morreram pelo país. Se hoje gozamos de alguma liberdade é devido os que lutaram e entregaram suas vidas.Participe da campanha pela memória e pela verdade!Abaixo-assinado pela abertura dos arquivos da ditadura clique aqui e assine.

Liberdade é selvageria

Minha mente é tão selvagem Quanto sou civilizado
Honestamente Não sei dividir o que sinto do que penso
Afinal, pra que seguir leis que não são minhas?
Quem inventou essa merda toda Que se vire com ela
Estado Familia Religião Meditação ismos ismos ismos
Será tudo isso, puro lixo ideológico?
Sei e não sei Mas sei que
Corpo, mente e coração É só confusão!
Liberdade é selvageria Orgasmo intenso Estado natural das coisas Sem porque ou para que
Ou seja, puro tesão pela vida Quem sabe?

Como tormenta

Tua nudez que um dia tive Enlaçada entre meus braços Que tu me ofereceste Sem culpa ou resguardo
Aceitei em silêncio E nela fiz abrigo
Com isso, deixei que o vento do destino, soprasse
E trouxesse para mim Do finito ou do infinito
Liberdade ...
Mas, feito tormenta Você acendeu em mim Algo que não posso controlar
Agora, quando toco em seus lábios Sinto-me livremente acorrentando

A sombria

A morte é como o vento Passeia livre pela vida Sem prestar contas Ou declarar compromissos
E nós, meros mortais Estamos submetidos As suas vaidades Aos seus humores tempestuosos
Cruelmente navalhados No espírito e na carne Apodrecemos dia a dia Numa viagem intensa De ida sem volta
Do alto de sua soberba Ela nos observa calmamente
Em desespero travamos guerras Batalhas inglórias contra o infinito Contra o próprio e inevitável, destino
(mensageiro do caos)
Mortificamo-nos amiúde

O tempo

Essa vida que se esgota A cada dia A cada hora A cada minuto É tudo que temos Neste vazio do universo Que significamos E ressignificamos A gosto e tempero De nosso paladar
Exigente Aflito Eternamente insatisfeito
Quando morrermos Gostando ou não A certeza É que nossa carne irá apodrecer
Feder!
Servindo de comida aos vermes Numa luta infernal de parasitas
Nossos ossos Serão roídos pelos ratos Depois, atirados ao fogo
Feito Nada mais existirá Além do pó
O pó Que um dia também, se perderá
Esquecidos pouco a pouco Apagados da história Só há de restar O que somos e fazemos Agora, hoje! Neste exato momento Que passa

Artista urbano: saiba como evitar alguns problemas com a polícia

Post de origem ideiaquente
A Arte Urbana é praticada por indivíduos de espírito livre, que andam por todos os lugares e encontram todos os tipos de pessoas. A maioria dessas pessoas encontradas tem contato direto com a Arte Urbana, mas, não tem contato freqüente com o ato da criação deste tipo de arte. Afim de amenizar o impacto gerado por este encontro (artista-espectador), é citado aqui alguns cuidados que podemos tomar para prevenir possíveis atritos indesejáveis.

Primeiramente: Nunca podemos nos esquecer que, o que fazemos aos olhos da lei, é totalmente ilegal (salvo lugares autorizados). Este fato se deve principalmente por que muitos não entendem a lógica desta arte, por vezes muito complexa.

Se você for abordado pela polícia, é porque foi denunciado por alguém. Teoricamente a polícia só pode dizer para você parar se ela receber uma denúncia contra o seu ato. Fora isso não. Se você for abordado pela polícia, não corra. Explique o que você está fazendo, com calma. Diga que é um dese…

Outono sem fim

A primavera chegou A de Praga se foi
(agora)
Tudo apático Seco Impoetico e insustentável
Porém, a poesia é lembrada neste dia 21/03 Enfim, esquecida no dia 22/03 Será por isso, que a vida está tão cinza?
E de cinza, afugentou os sonhos e as utopias Onde está nossa valentia? Nossa criatividade?
Vivemos um tempo sem respostas Dúvida Indiferença Poucas esperanças
Sem flores de primavera Embaraço de inverno e verão Outono sem fim
E a vida... Se esvaindo com o vento Sem rumo e sem direção

Marighella - Uma vida revolucionária

Por que ser Marighellista?, por Ricardo Gebrim* para "Reviata Sem Terra Nº 54"

Carlos Marighella combinou os diversos talentos como quadro organizador, propagandista e agitador. Foi um dirigente partidário, um comandante guerrilheiro, um teórico e dono de uma coerência capaz de assumir todas as consequências de seus atos. Como bom militante, seus textos foram elaborados para enfrentar problemas e desafios concretos que se colocavam para a luta popular. Como revolucionário dedicou-se em cada tarefa que a revolução apresentou: tribuno parlamentar na Assembleia Constituinte; agitador em comícios e assembleias, redator de panfletos e artigos, editor, organizador sindical, formador de quadros, guerrilheiro e teórico militar.

Enfrentou a tortura, supremo tormento que aflige todo o militante, e escreveu “Se fores preso camarada!”, orientando como se deve comportar ante o inimigo. Baleado pela ditadura, soube converter a tragédia numa ação de agitação e propaganda desmascarando o re…

A política do absurdo

A vida na mesma direção não me atraiSou um errante sem destino Meu compromissoÉ com a vadiagem
Vagabundear e aproveitar o solAfinal, ser humano já dói demaisPor isso, minha política é do absurdo
O absurdo de ser capazDe fazer o que bem entenderPois num mundo de covardes e aproveitadoresEu prefiro os loucos e vadios

Desobediência canina: pratique!

Eu sou um cachorro raivoso! Desobediente em mês de agosto A coleira não me atrai Abanar o rabo Jamais!
Vou te cumprimentar latindo E te morder sorrindo Eu estraçalho Faz parte de minha raça Vagabundo!
De natureza não Sou mesmo por opção Desculpe! Não vivo de ilusão Sou o que sou e sou apenas o que sou
Cachorro! Raivoso! Cachorro! Teimoso! Cachorro! Agosto! Cachorro!
Mas não cheiro o cu de ninguém!

Visita de Obama ao Rio: protesto das massas ou plateia adestrada?

Por Marcelo Salles

A visita do presidente dos Estados Unidos ao Brasil, no próximo final de semana, conta com uma forte ação midiática que objetiva sensibilizar o nosso povo. O site da embaixada pede que brasileiros enviem mensagens de boas vindas e promete presentear as melhores com camisas, livros e outros presentes. Corporações de mídia foram contratadas – ou a cobertura que vemos seria apenas reflexo da simpatia? – para divulgar, diariamente, a vinda de Barack Obama. Tudo com muito entusiasmo e leveza, dando um ar “cool” ao mega-evento e fazendo parecer que se trata de uma grande oportunidade oferecida, gratuitamente, pelos sempre benevolentes vizinhos do norte. A visita já ganha contornos de mega-evento, com direito a show musical e tradução simultânea.
A ação midiática tem sua razão de ser. Quando Bush visitou o Brasil, em 2007, milhares de pessoas protestaram no Brasil inteiro. Pude acompanhar as manifestações no Rio de Janeiro, onde consulado estadunidense ficou todo pintado, as…

IdeiaquenteTV! 03

Ideia Quente TV 03Assuntos: Radio Livre / Radio da Juventude – SV / O Rap formando consciencias / Videoclipe da música “Chega” de Silvio BritoIdeiaQuente.com – http://www.ideiaquente.com
IdeiaQuenteTV – http://www.youtube.com/ideiaquente
WebRadio – http://www.ideiaquente.com/webradio
Twitter – @ideiaquente http://www.twitter.com/ideiaquente
Facebook – http://www.facebook.com/profile.php?i…
Orkut – http://www.orkut.com.br/Main#Profile?…http://www.orkut.com.br/Main#Communit…

Comunicação independente viabiliza protestos contra aumentos na Baixada Santista

Post de origem Nova Centelha
O Região Metropolitana da Baixada Santista, assim como São Paulo e outras cidades do País, teve reajustados os valores das tarifas do transporte público. Mesmo com o enfraquecimento da cultura de protesto na região, está sendo iniciada mobilização para barrar os aumentos, puxado pela mídia independente

Na onda dos aumentos no transporte público de todo o País, a Região Metropolitana da Baixada Santista, composta por nove cidades do litoral de São Paulo, também teve as tarifas reajustadas.

O primeiro aumento foi na primeira semana de fevereiro: 7% de reajuste, em média, nas linhas intermunicipais, pelo Governo do Estado. Hoje, por exemplo, a passagem de ônibus entre Santos e São Vicente, cidades que dividem a mesma ilha (57 km²), custa no mínimo R$ 3,10. Em efeito cascata, os municípios logo trataram de reajustar também as tarifas em suas localidades, pressionadas pelas todo-poderosas viações rodoviárias. Em Santos, paga-se o absurdo valor de R$ 2,65, em uma c…

É amanhã! 3º Ato!

Post de origem radiodajuventudeSábado, 12 de março, 10h30Praça da IndependênciaGonzaga, SantosVocê está satisfeito em pagar uma passagem de ônibus mais cara que a maioria das capitais do País? Com um serviço de transporte público que só é bom para quemlucra com isso?Vamos dar nosso grito de indignação:3º Ato Contra o Aumento do Busão na Baixada SantistaEstão convidados todos os movimentos, estudantes e cidadãos em geral, revoltados com mais um aumento absurdo, tanto nas tarifas intermunicipais como nas municipais. ESTADO E PREFEITURAS, são todos culpados!De preferência, vá de bikeQUEM NÃO GRITA QUER TARIFA!Apoio: Rádio da Juventude, JOC Brasil, Juventude e Luta, CES, Ideia Quente, Opcional TV,Diga a Verdade e Saia Correndo, Passa Palavrae demais compas de luta!Veja como foi o 2º Ato, sábado, dia 05, em São Vicente. Paramos o centro da cidade. Até a PM quis saber o que era.Ideia Quente e Rádio da Juventude:

André Cardoso – Juventude e Luta:


Vídeo-Debate: Movimento Passe Livre

É isso galera! Vamos participar desse debate! É um importante momento para discutir e refletir sobre a realidade do transporte público na nossa região.
Domingo, 13/03/11
15h
No CES: Av. Ana Costa, 308, Santos/SP

3° Ato contra o aumento do busão! Praça da Independência/Gonzaga/Santos

Documentário sobre as manifestações que estão ocorrendo na baixada Santista em relação ao aumento das passagens nos coletivos.

A luta continua! 2° Ato Contra o Aumento do Busão!!!!

Vídeo: André Cardoso/Juventude e LutaCerca de 50 pessoas participaram ativamente do 1º Ato Contra o Aumento do Busão na Baixada Santista, sábado passado, em São Vicente. Além disso, 1.800 pequenos panfletos informando sobre o 2º Ato (sábado que vem, às 10h30, também na Praça do Correio) foram distribuídos a quem passava por ali. A participação ativa de cidadãos comuns, que só caminhavam por ali no momento, também superou todas as nossas expectativas. Além da JOC, estiveram presentes movimentos como o Centro dos Estudantes de Santos (CES), a Pastoral da Juventude, o Juventude e Luta, a ONG Camará, e estudantes e cidadãos comuns sem ligação com movimentos.


Este primeiro ato foi um “empurrão” e uma forma de reunir os movimentos para a causa. Por isso, contamos com quem estiver disposto a participar, inclusive na definição dos rumos a serem tomados. Acreditamos no potencial de cada um, e contamos com a ajuda de todos para o 2º Ato Contra o Aumento do Busão na Baixada Santista. Começaremos às…

Manifesto poético. Quem não grita quer tarifa!!!

Nosso transporte públicoÉ igual um carro de boiE dentro deleTem boi de todo o tipoAquele que vai sentadoAquele que vai em péPendurado!Atrasado!Chateado!Maltratado!Preocupado,com o atraso do salárioO preço do pãoDo LeiteDo FeijãoDo IpodVê se pode!E tem boi que pede assim:Desculpe incomodar!Mas alguém pode me ajudar?Balinha um realNão é um coletivo?Obrigado “motô”Ué, mas cadê o cobrador?!Passagem por favor?PassagemÉ um assalto!Passagem por favor?PassagemÉ um assalto!3,00 – 3,30 – 3,60É um assalto!Mãos para o altoVocê está sendo lesadoMãos para o altoÉ um assalto!Mas e aí?Vamos pra rua gritar? Reivindicar?Ou vamos se calar? Se conformar?Quem não grita quer tarifa!!!